Glaucoma

47172133 - glaucoma. detailed anatomy of glaucoma and healthy eye.

Glaucoma

O Glaucoma é uma doença que atinge o nervo óptico, causada pelo aumento da pressão intraocular. A pressão intraocular quando está aumentada, faz com que os vasos sanguíneos sejam comprimidos, dificultando a irrigação sanguínea. A falta de irrigação sanguínea, faz com que as células nervosas da retina e do nervo óptico morram gradualmente, provocando perda progressiva da visão e estreitamento do campo visual.

Na maioria dos casos, o glaucoma desenvolve-se lentamente, podendo não apresentar nenhum sintoma. Em geral, à visão vai piorando, até que finalmente começa a afetar o próprio centro do campo visual e se estabelece a cegueira permanente. Neste período, alguns sintomas percebidos podem ser sinais importantes que indicam a necessidade de uma consulta com seu oftalmologista: dificuldades para adaptar-se a ambientes escuros, perda de visão lateral, visão embaçada, cefaleia (dor de cabeça) e, em casos raros, aparecimento de halos ou arco-íris ao redor das luzes e dor ocular intensa.

Alguns fatores podem contribuir para o aparecimento do glaucoma, entre eles, idade superior a 35 anos e existência de casos de glaucoma na família. Estes casos demostram a importância de consultas rotineiras com seu oftalmologista.

O glaucoma é uma doença crônica que dura toda a vida, e é necessário que o paciente fique em observação e faça tratamentos contínuos para manter controlada a pressão intraocular, evitando assim,  a perda da visão. Quanto mais rápido se descobrir e tratar a doença, menor será a perda. O tratamento consiste no uso de colírios, medicações orais, e em alguns casos, a intervenção cirúrgica pode ser necessária. No entanto, o melhor tratamento é a prevenção.

Durante o tratamento, algumas rotinas deveram ser adotadas. Use as medicações conforme prescrição, nunca use outro medicamento ou colírio sem prévia aprovação do médico.